Funcionários do Hospital de Trauma realiza festa de aniversário para criança internada


Bolo, guaraná, lembrancinhas, bolas e tudo o que uma festinha infantil tem direito, assim foi a festa de quatro anos do pequeno Yure Gabriel Martins, paciente internado na Unidade de Tratamento Intensivo – UTI, há um ano e três meses, no Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, vítima de atropelamento. Com o tema da ‘Patrulha Canina’, Yure recebeu os familiares, funcionários da instituição e os pacientes da área pediátrica.

Segundo a enfermeira Ivanira da Maia, uma das organizadoras da festinha, o evento contou com a solidariedade de toda equipe multiprofissional da unidade. “Esse é o segundo aniversário do pequeno dentro do nosso hospital, por isso resolvemos nos unir e fazer uma belíssima festa para ele. Quem o conhece sabe como ele é um menino carinhoso, comunicativo, simpático e muito feliz”, ressaltou.

A médica da UTI pediátrica, Carol Falcão, disse que a realização do aniversário é um momento fantástico de humanização. “Essa festa vai muito além do entretenimento, pois é comprovado que o tratamento humanizado, com foco nas reais necessidades do paciente, contribui de forma determinante para acelerar o processo de cura. Isso acontece devido à influência psicológica existente numa situação delicada. Pacientes que são atendidos de maneira humanizada têm mais confiança na equipe e nos tratamentos, além de responderem melhor aos recursos clínicos”, finalizou.

A agricultora, Ana Paula Martins, mãe de Yure Gabriel, ressaltou que a festa proporcionou momentos inesquecíveis para toda família, já que o garoto não via seus irmãos menores desde que o acidente aconteceu. “Estou muito feliz, pois vejo que meu filho é muito amado, e apesar de todos os problemas que enfrentamos ele segue firme em seu tratamento. Todos os profissionais do hospital, desde o pessoal da recepção até os que cuidam diariamente dele aqui na UTI, sentem um carinho imenso pelo meu filho, e isso não tem quem pague. Sinto uma enorme gratidão por todos”, explicou.

Já o avô materno de Yure, o agricultor Severino Vieira, falou da importância desse momento tão especial na vida do neto. “Ele é muito bem cuidado e amado dentro do hospital, e isso a gente sente no momento que entra na instituição. Todos sabem o nome dele e sempre pergunta por ele, isso é muito importante para nós que fazemos parte da família, pois ficamos tranquilos ao deixarmos nosso pequeno na unidade de saúde”, observou.

Categories : Notícias